A turnê do Prólogo Primeiro está em Natal com o espetáculo PRÓLOGO PRIMEIRO!! de 23 a 25 de outubro!

22.09.2016

Depois da estreia em Porto Alegre e das apresentações em Florianópolis, Curitiba, Belém, Palmas, São Paulo e Salvador a companhia segue em turnê nacional

Com direção e concepção visual de Paulo Balardim, espetáculo faz apresentações em Natal, no Festival Clowns de Shakespeare, de 23 a 25 de setembro

A nova montagem da Caixa do Elefante Teatro de Bonecos é uma adaptação de dois textos inéditos no Brasil: Prólogo Primeiro e O fim do Sr. Peixe e da Sra. Espinha, do dramaturgo, diretor e cenógrafo britânico Edward Gordon Craig (1872-1966).

Com patrocínio da PETROBRAS, o espetáculo ganhou o nome de uma das obras, Prólogo Primeiro. Com direção e concepção visual de Paulo Balardim, a peça chega em Natal para três apresentações de 23 a 25 de setembro, no Festival Clowns de Shakespeare, que será realizado no barracão do grupo. Prólogo Primeiro integra o cronograma de atividades do Projeto Caixa do Elefante 25 anos. Depois da estreia em Porto Alegre e das apresentações em Florianópolis, Curitiba, Belém, Palmas, São Paulo e Salvador a companhia segue em turnê nacional por Natal, Fortaleza e Rio.

Um dos expoentes da vanguarda teatral do século XX, Edward Gordon Craig, cuja concepção teatral foi caracterizada por seu peculiar antinaturalismo e pureza cenográfica, criou a escola Gordon Craig School for the Art of Theatre, em Florença, na Itália, e foi fundador da revista The Mask. No ano em que completa 50 anos de sua morte, a Caixa do Elefante traduziu e adaptou os textos Prólogo Primeiro e O fim do Sr. Peixe e da Sra. Espinha. As obras compõem um projeto inacabado do autor: The Drama for Fools, que consistia na escritura de 365 peças para teatro de marionetes, sendo uma para cada dia do ano.  

“Como cenógrafo, Craig revolucionou vários aspectos da estrutura teatral. Ele sempre foi muito revoltado com a presença do ator em cena. Ele propõe um novo modelo de atuação, de ator e, para isso, usa a figura da supermarionete, que seria o ator ideal”, explica Balardim. “Estamos buscando dialogar com o que o Craig propunha: a presença de um ator que não esteja no topo da hierarquia da cena, mas que se relacione com os outros elementos de uma maneira um pouco mais homogenia”, conta o diretor.  

O espetáculo Prólogo Primeiro propõe um experimento de animação em que atores e bonecos compartilham o mesmo corpo. O boneco precisa ser completado com o corpo do ator. Um precisa do outro para existir. Em cena, Viviana Schames e Renato Turnes usam técnicas variadas de manipulação que os colocam em diferentes estados de participação durante a apresentação. “Os textos têm uma linguagem muito parecida com o que chamamos de teatro do absurdo. São muito simbólicos e trabalham com um fluxo de pensamento rápido, explorando as qualidades que os bonecos têm. Apresentamos alguns entre quadros que estão mais próximos da dança do que de um teatro textual”, diz Balardim. 

SERVIÇO > Natal

Espetáculo: Prólogo Primeiro

Dias e horários: dias 23, 24 e 25 de setembro, às 21h.

Classificação Etária: 14 anos.

Capacidade: 80 lugares.

Local:  Barracão Clowns de Shakespeare

Endereço: Av. Amintas Barros, 4661 - Nova Descoberta, Natal

Telefone: (84) 3221-1816

Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia) e R$ 10 (moradores de Nova Descoberta e estudantes de teatro)

Duração: 50 minutos.

Funcionamento bilheteria: de segunda a sexta, das 14h às 21h. Na semana do festival, também aos sábados e domingos.

A CIA CAIXA DO ELEFANTE É PATROCINADA PELA PETROBRAS

Últimas
13.06
2017
Cuco - A linguagem dos bebês no teatro
Nova temporada do espetáculo "Cuco - a linguagem dos bebês no teatro" na Casa de ... Leia+
13.06
2017
Cuco - A linguagem dos bebês no teatro
Nova temporada do espetáculo "Cuco - a linguagem dos bebês no teatro" na Casa de ... Leia+
01.04
2017
Nova temporada do espetáculo “Bom pra Cachorro”
Caixa do Elefante estreia temporada do espetáculo “Bom pra Cachorro” As ... Leia+
04.04
2017
Abertura da Exposição NOSOCRÔNICAS
Poemas Visuais inspirados em objetos hospitalares A exposição criada pelo ... Leia+